Fotos: Henrique Magro


Negócios nas alturas

Mix inovador

    Fábrica instalada em Itaipava inova ao lançar bebidas com fibras, vegetais e açúcar orgânico
    A cada ano, os produtos orgânicos ganham mais espaço nas prateleiras dos supermercados e impulsionam a abertura de lojas especializadas no gênero. Agora, a ideologia que apregoa a não utilização de agrotóxicos e adubos químicos, aliada à idéia de preservação da natureza, chegou às bebidas, que passam a agregar atributos medicinais e, assim, incorporar o ideal alternativo. A Beta Mix, em Itaipava, há dois anos investe nessa proposta, inovando em bebidas com extrato de guaraná, fibras, trigo germinado, frutas, vegetais e açúcar orgânico.
    "Somos precursores na utilização da fibra da acácia, proveniente da França, em bebidas", explica Prentice Maciel, diretor de marketing da empresa. Essa fibra, classificada como solúvel, estimula a flora intestinal e previne a reabsorção, pelo organismo, do colesterol encontrado na bile. Com ela como ingrediente e diferencial, as bebidas da Beta Mix - guaraná Vellox, Clorofila Drink e Beta 6 - vêm conquistando consumidores em academias de ginástica, delis, supermercados e lojas de produtos naturais em São Paulo, região serrana e zona sul do Rio, Belo Horizonte, Santa Catarina e Chile.
    Segundo Prentice, por sua inovação, as bebidas da Beta Mix não são enquadrados em qualquer categoria, sendo classificados como bebidas úteis. No guaraná Vellox, por exemplo, foram incluídos extrato de guaraná da Amazônia, fibra de acácia e vitamina C. No Clorofila Drink, a inovação fica por conta do trigo orgânico germinado (clorofila), ao qual são adicionados fibra de acácia, suco de abacaxi e de hortelã e açúcar orgânico. A versão diet da bebida leva o adoçante natural Splenda, extraído da cana-de-açúcar.
    O Beta 6 é o mais recente lançamento da empresa. A bebida contém seis tipos de verduras e legumes (alface, cenoura, beterraba, espinafre, beringela e agrião), purê de banana e açúcar orgânicos, além de aroma de melão, suco de morango e fibra de acácia. "Nenhuma dessas bebidas contêm conservantes", afirma Prentice.
    Disposto a lançar bebidas inovadoras tanto no conteúdo como na embalagem, o empresário optou por envasar os líquidos em frascos plásticos, lacrados em maquinário apropriado, sem contato manual. O rótulo é ilustrado com desenhos que remetem à arte indígena brasileira. "Precisamos valorizar o que é nosso", argumenta. Já a escolha de Petrópolis para sediar a empresa foi impulsionada por outras motivações. "Escolhemos Petrópolis por três razões. A cidade é associada à inovação, em termos de bebidas. A qualidade da água é maravilhosa e a qualidade de vida cria um "link" com a qualidade do produto", conclui.



Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados