Fotos: Henrique Magro






Fotos: Divulgação

Negócios nas alturas

Pastifício Petrópolis

Abertura de loja dá uma mãozinha para os chefs de fim de semana
     Encarar a cozinha para fazer pratos elaborados e encantar os convidados em dias festivos não é para qualquer um. Mas quando se tem a comodidade de abastecer o freezer com refeições semiprontas - elaboradas com ingredientes de qualidade e sem a adição de conservantes, corantes e outros “antes” presentes na maioria dos produtos industrializados - a coisa fica bem menos complicada.
     Com a recente inauguração da loja do Pastifício Petrópolis em Itaipava, a possibilidade de confeccionar pessoalmente os pratos para um evento gastronômico de sucesso aumentou de forma significativa.
     Há seis anos, esta pequena indústria alimentícia produz e distribui para cozinhas industriais, restaurantes e serviços de buffet uma grande diversidade de massas pré-cozidas e congeladas. A mudança da fábrica, em julho deste ano, do Centro de Petrópolis para um espaço duas vezes maior em Itaipava, além de motivar a inauguração deste canal de vendas direto ao consumidor, ampliou consideravelmente a capacidade de produção do pastifício. Hoje, em uma área de 600 m2, a produção alcança cerca de 9 mil quilos ao mês.
     De acordo com a gerente da fábrica, Natália Dutra de Lima Ferreira, as massas são elaboradas segundo rígidos critérios de qualidade e com a utilização de ingredientes in natura, que passam por um severo processo de seleção. “Já chegamos a fazer testes com produtos como, por exemplo, o ovo líquido e a batata em flocos, que reduziriam custos e tempo de produção, mas a qualidade obtida no produto final não foi satisfatória para os padrões da empresa”, afirma.
     Como forma de garantir a qualidade das matérias-primas que utiliza, a empresa realiza visitas a alguns fornecedores - como as granjas que a abastecem de ovos, legumes e verduras - para verificar se os processos de produção seguem as normas de higienização necessárias e ainda uma minuciosa conferência dos produtos frigorícos (carnes, laticínios, frios, etc) entregues na fábrica. “Antes de receber estas mercadorias, fazemos uma completa verificação para checar, entre outros itens, a data de validade e também a temperatura, que no caso de congelados deve ser sempre igual ou inferior a -8ºC. Caso não estejam dentro das normas, os produtos são devolvidos”, assegura a gerente.
     O Pastifício Petrópolis produz 13 tipos de massas. As simples (sem recheio) incluem o gnochi (em três opções: abóbora, batata e aipim), as cortadas (talharim, fetuccini, fusile, rigatone e linguine) e, ainda dentro desta linha, as que servem como base para a preparação de lasanhas, panquecas e pastéis. Esta última leva aguardente em sua composição – o que, de acordo com a gerente, “faz com que fique muito mais saborosa e crocante”. Entre as massas recheadas estão o rondeli, o caneloni, o conchiglione e o ravioli, comercializados com cinco tipos de recheio.
     Na nova loja, instalada no Shopping Lucerna, o Pastifício Petrópolis comercializa ainda cinco diferentes tipos de molhos: branco, ao sugo, quatro queijos, pesto e à bolonhesa. Para encomendas de 10 quilos, ou peso superior, a fábrica aceita pedidos de produtos diferenciados, com recheios, molhos e cores das massas ao gosto do freguês.

Pastifício Petrópolis
Shopping Lucerna
Estrada União e Indústria, 9.415/loja 11
Telefone: (24) 2237-7333



Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados