Fotos: Henrique Magro

Saúde e estética

Xtend Barre

Novo método de atividade física chega ao Rio de Janeiro por Itaipava

     Foi-se o tempo em que um corpo esguio e longilíneo de bailarina só poderia ser ambicionado a custa de anos e anos de treino nos estúdios de balé clássico. O recém lançado Xtend Barre, descrito por sua criadora como “a evolução do Pilates”, combina os dois métodos no intuito de oferecer a seus praticantes músculos tonificados e alongados, coordenação, ritmo e treinamento cardiovascular. Tudo em um só pacote e com entrega express. E a encomenda já está disponível em Itaipava, no MFB Fisioterapia e Pilates.
     As fisioterapeutas Tatiana Bresciani e Patrícia Miranda são as pioneiras – e, por enquanto, as únicas – na aplicação do programa de exercícios no Estado do Rio de Janeiro. Elas trouxeram o Xtend Barre para Petrópolis pouco tempo depois de seu lançamento no Brasil, em dezembro de 2010, e em apenas um mês já contavam com 30 alunos matriculados para a prática da atividade no espaço que reúne clínica de fisioterapia e estúdio.
     A procura pode ser explicada pelos benefícios apregoados pelo método, que promete resultados funcionais e estéticos em poucas sessões, com ganhos que vão de força muscular (sem aumento dos músculos) a equilíbrio e incluem ainda flexibilidade, melhora da postura e alinhamento dos segmentos corporais. Na prática, as aulas aliam os princípios do Pilates (centramento, concentração, controle, movimento fluido, respiração e precisão) a movimentos do balé executados na barra.
     “A fusão das duas técnicas faz com que tenhamos aulas mais dinâmicas e divertidas. Temos várias repetições dos passos de balé, com toda a postura e concentração exigida pelo Pilates. Além de moldar o corpo, o Xtend trabalha a parte cardiorrespiratória; com a aceleração dos movimentos temos também a aceleração dos batimentos cardíacos - o que acaba gerando perda de peso”, observa Tatiana.
     Assim como no método desenvolvido pelo alemão Joseph Hubertus Pilates, os treinos são realizados com respeito aos limites de cada praticante. Em média, são 300 exercícios com suas variações e os alunos, inclusive aqueles em tratamento fisioterápico, realizam os movimentos de acordo com suas próprias possibilidades. “Não é uma aula de dança; não temos coreografias ou nada parecido. Os movimentos são realizados com várias repetições na barra, onde os praticantes ficam grande parte do tempo; mas o programa inclui ainda alguns exercícios no chão para braços, abdômen e pernas”, explica a fisioterapeuta.
     Para que todos tenham um atendimento individualizado, as turmas são compostas por no máximo dez pessoas, que, invariavelmente, passam por uma avaliação física antes de iniciar o programa. “Durante as aulas os exercícios são comuns a todos, mas com adaptações de intensidade ou extensão de movimentos indicadas de forma personalizada. Por isso a avaliação é fundamental”, comenta Tatiana.
     A norte-americana Andrea Rogers - dançarina profissional, coreógrafa e instrutora do Pilates tradicional - é a criadora do Xtend. O programa foi elaborado na tentativa de fornecer um treinamento combinado para obter resultados melhores e mais rápidos para seus alunos.Para isso, ela começou a incorporar elementos de dança e música em suas sessões de Pilates. Ao contrário do método clássico, os alunos não realizam as rotinas sentados ou deitados em aparelhos, mas em pé –o que proporciona uma diversificação de seus níveis de movimento.

MBF Fisioterapia e Pilates:
Estrada União e Industria, 9.153 – sala 210
Ed. Tangará – Condomínio Granja Brasil – Itaipava
(24) 2222-2585 / 9976-7027 / 9976-6125


Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados