A troca de experiências entre gerações é, de acordo, com Rosilene (que orienta Therezinha quanto à postura correta para o exercício), “um ganho a mais para instrutores e alunos”

Therezinha, Lydia e André já se beneficiaram do método como um facilitador para as tarefas cotidianas


A melhora da postura é um dos benefícios ressaltados pelo praticante André

Força e flexibilidade integram o rol de benefícios do Pilates, que Lydia considera um estímulo a mais para “levar a vida com alegria”




Fotos: Henrique Magro

Saúde & bem-estar

Pilates para a terceira idade

Porque nunca é tarde para promover a qualidade de vida com exercícios funcionais

     Idade avançada e sedentarismo são termos aparentemente inerentes. Mas eles só se combinam para os que ainda não absorveram o conceito de que a prática regular da atividade física, mesmo quando o programa de exercícios é iniciado após o indivíduo completar 60 anos de idade, pode significar um representativo aumento da qualidade de vida dos idosos. Diversos estudos científicos publicados no Brasil e no mundo comprovam que a prática é capaz de gerar ganhos que vão muito além da saúde física para os membros da terceira idade.
     “Segundo dados científicos, a participação em um programa de exercício leva à redução de 25% nos casos de doenças cardiovasculares e 10% nos casos de acidente vascular cerebral, doença respiratória crônica e distúrbios mentais. Mas talvez o mais importante seja o fato de que reduz de 30% para 10% o número de indivíduos incapazes de cuidar de si mesmos, além de desempenhar papel fundamental para facilitar a adaptação à aposentadoria”, informa Rosilene Costa, fisioterapeuta, instrutora de Pilates e proprietária do estúdio Spa Life, em Petrópolis.  
     A terapeuta – que tem no currículo, entre outras especializações, cursos de RPG, Shiatsu, Reabilitação Vestibular Sensorial (tratamento usado para treinamento do sistema vestibular, que regula o equilíbrio corporal) e Bases Fisioló­gicas do Envelhecimento – combina estas diferentes disciplinas ao aplicar o método Pilates nos treinos para membros da terceira idade. O objetivo do programa, de acordo com ela, é, fundamentalmente, o desenvolvimento de força, flexibilidade e autoestima.
     “Os exercícios possibilitam maior facilidade para a execução de movimentos cotidianos, como amarrar os sapatos, agachar para apanhar um objeto do chão, evitar quedas e muitos outros, e este é um elemento fundamental para a promoção da independência e, consequentemente, a autoestima dos indivíduos que estão nesta fase da vida. Além disso, os ganhos estão relacionados à diminuição de dores, melhoria do sono e do equilíbrio e mesmo à amenização de problemas metabólicos, como colesterol e diabetes, quando combinados a dietas adequadas”, afirma.
     Com o programa elaborado de forma personalizada e os exercícios prescritos com respeito às individualidades e realizados por, no mínimo, duas vezes por semana, o tempo de reposta para a melhora dos problemas descritos pelos alunos do estúdio costuma ser de dois meses. “Além de uma melhora geral na postura corporal, senti uma grande diferença na realização das tarefas cotidianas depois que iniciei o Pilates, há 7 meses; antes tinha dificuldades para percorrer distâncias mais longas a pé e hoje posso caminhar com tranquilidade”, relata André Luiz Fontaine, empresário de 62 anos.
     Também para as irmãs Therezinha de Lisieux Cardoso Maciel e Lydia Cardoso Castro, de 78 e 75 anos de idade, o programa de exercícios, que iniciaram juntas, há cerca de 18 meses, foi um santo remédio. A primeira sofria com intensa dor nas costas que a impossibilitava de realizar movimentos simples como encostar o queixo no colo; a segunda, com os mesmos sintomas, enfrentava dificuldades para se levantar da cama pela manhã. Em ambos os casos, os problemas que motivaram o ingresso no Pilates ficaram para trás. “Hoje, subo escadas para trocar lâmpadas com a maior facilidade”, afirma Therezinha.
     Além de ministrar treinos para turmas formadas por pequenos grupos no estúdio – que conta também com tratamentos estéticos para a terceira idade – a terapeuta Rosilene presta atendimento em domicílio, utilizando bolas, elásticos e outros acessórios de Pilates. Idade do “condor” (com dor aqui, com dor ali ...) é só para quem quer.

Spa Life
Rua 16 de março, 39/slj. 109 – Edifício Arcádia – Centro
(24) 2242-7342
rosishiatsu@gmail.com


Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados