O espaço que abriga o Bistrot da Serra foi todo reformado e ganhou iluminação especial que enfatiza a beleza da paisagem do Vale da Aldeia

Uma das entradas sugeridas é a Salada chèvrechaud (folhas verdes, com boursin de cabra, figo fresco, fatias de bacon e redução de balsâmico)

Como peça de resistência, o Canard à l’orangeaugratin (pato ao molho de laranja com nhoque de batata baroa) é uma boa opção

Para o grandfinale: Consommé de frutas vermelhas (feito com morangos, cerejas, amoras e blueberry, acompanhado de sorvete ou creme de leite fresco)








O ambiente acolhedor do bistrô tem capacidade para 28 pessoas, e os proprietários nem pensam em ampliar este número; o objetivo é manter a característica intimista da casa

A Bruschetta Tradicional– fatias levemente torradas de pão italiano com tomates, manjericão e um toque de alho – está entre as entradas do cardápio fixo

Do cardápio de verão é possível experimentar, até maio deste ano, a Omelete Caipira (com abobrinha, alho e queijo Minas) acompanhada por salada de hortaliças cruas

O brownie feito na casa, com chocolate meio amargo e nozes, é servido com sorvete e faz parte do cardápio fixo de sobremesas


Fotos: Henrique Magro

Ao sabor da estação

Múltiplas inspirações



     Diferentes influências gastronômicas, com toques europeus e brasileiros, são as peças de resistência do Bistrot da Serra, recém-inaugurado em Araras, e do Bistrô da Valéria, que acaba de comemorar quatro anos em Secretário. As duas casas são incentivos a mais para passeios em alguns dos mais aprazíveis lugares de Petrópolis. Fica a dica: passe o dia se inspirando nas belas paisagens serranas e arremate o programa com uma boa refeição.

Tradição com inovação
     É assim que José Matos, proprietário do Bistrot da Serra em sociedade com Marcelo Gil, de quem já é parceiro no Châteaux Bistrot (em Itaipava), e Mário Possas, descreve o estilo gastronômico de seu novo restaurante. A inspiração vem de três das mais tradicionais e festejadas casas que já funcionaram aqui– La Belle Meunière, Dical Braconnot e Chico Veríssimo – e privilegia a culinária suíça, com suas influências francesa, austríaca, italiana e alemã.
     “Pelos anseios de nossos clientes de Itaipava, percebemos que havia uma lacuna referente a esta culinária e o novo bistrô veio para preenchê-la. Para isso, usamos como referências restaurantes que fizeram história na região e buscamos até profissionais que trabalharam neles, como a Sandra Gomes, ajudante do chef do La Belle Meunière, que nos oferece consultoria, além de treinar seu filho, Aviner Henrichs, para comandar nossa cozinha.
     Fondues e Raclettes têm seu espaço garantido durante todo o ano – “a climatização do salão permite o consumo desses pratos em qualquer época”, garante Matos – e com inovações: os fondues não se limitam a ingredientes como queijo, carne e chocolate; camarões e vieiras também frequentam os rechauds. Mas, nem só as mais famosas iguarias helvéticas saem da cozinha. Os típicos Coq au Vin e Boeuf Bourguignon também estão lá, uma vez que a ênfase na culinária francesa é muito forte.
     O cardápio fixo, focado essencialmente na cozinha franco-suíça, é enxuto, com cerca de dez ou 15 pratos mais tradicionais desta gastronomia, mas, a cada fim de semana, figuram ali diferentes sugestões do chef de pratos com influências diretas dos outros três países. O toque de brasilidade fica por conta de ingredientes da região, a exemplo das trutas (presença garantida na casa), que são adaptados às receitas originais.
     As sobremesas típicas – como a francesa tarte tatin, o austríaco apfelstrudel e a torta alemã – não poderiam faltar e uma bem elaborada carta de vinhos, com rótulos de várias partes do mundo, garante a harmonização de sabores. O ambiente aconchegante, com o verde invadindo o salão envidraçado, completa o cenário.

Bistrot da Serra:
Estr. Bernardo Coutinho 3.575
Vale da Aldeia Araras
(24) 2225-1619
















Gastronomia premiada
     O Bistrô da Valéria – onde a cozinha é comandada pela chef Valéria de Barros e a administração fica a cargo de seu marido, George Court – prima pelo apetite por novidades aliado à rigorosa manutenção da essência da casa: um restaurante intimista que tem entre suas especialidades a boa conversa dos anfitriões, que recebem, com a ajuda da filha Carolina, como se estivessem em sua própria casa.
     No cardápio fixo figuram pratos da gastronomia internacional com ênfase na cozinha germânica. O Prato Alemão (salada de batata tradicional, com salsicha frankfurter, chucrute e kassler) é um dos mais pedidos, mas fazem sucesso também os Escalopes à Maria Carmen Barbosa (escalopinhos de filet ao molho ferrugem com champignon e linguine) e o Filet de Truta com Amêndoas (filé de truta ao molho de amêndoas na manteiga com batatas espremidas). A cada seis meses incluem-se ali pratos de verão ou inverno e semanalmente juntam-se ainda à lista sugestões de entrada, prato principal e sobremesa e os clientes (o mailing já soma mais de 900 nomes) são avisados sobre as novidades por e-mail.
     A influência alemã é tão forte que os proprietários resolveram reeditar no restaurante um festival dedicado a esta culinária que já realizavam com êxito na pousada Córrego do Ouro, que mantiveram por alguns anos, também em Secretário. Durante os finais de semana do mês de outubro, ao mesmo tempo em que se realiza a Oktoberfest na Alemanha, o bistrô oferece um cardápio variado de especialidades deste país, renovado semanalmente, além de decoração ambiente e músicas típicas.
     A paixão pela comida foi o que motivou a chef autodidata Valéria de Barros a encarar profissionalmente as panelas. O início de sua carreira na gastronomia foi na capital paulista, onde a piracicabana vendia pães e sanduíches que produzia. Depois de comandar a cozinha da pousada de Secretário – “ali eu mesma produzia tudo, menos o presunto e o mel”, brinca – o caminho natural foi a abertura, há quatro anos, do bistrô, o que lhe rendeu a participação em muitos festivais e eventos e ainda uma premiação nas categorias melhor restaurante e chef do XI Petrópolis Gourmet, em 2011.
     Há cerca de um ano, o casal lançou no mesmo espaço do restaurante a “Pizzerie Bistrô Gourmet”, em que se prepara a verdadeira pizza italiana, confeccionada com farinha italiana 00 de curta fermentação e assada no forno a lenha. Entre os meses de maio e junho deste ano, novas sugestões serão agregadas ao cardápio para adequá-lo ao friozinho que se aproxima. Outras novidades – como pratos que homenageiam as seleções participantes da Copa do Mundo – também estarão disponíveis neste período.

Bistrô da Valéria:
Rua Visconde São Bernardo 21 – Secretário
(24) 2228-1445
www.bistrodavaleria.com.br
bistrodavaleria@bistrodavaleria.com.br


Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados