Foto: divulgação


O Chalé Champagne, com 106 m2 de área, foi o primeiro construído na pousada e até hoje é um dos mais requisitados pelos hóspedes

Em todos os ambientes dos chalés, mesmo nos banheiros, a integração com a natureza é total


O ambiente da piscina, que conta com hidromassagem térmica, inclui ainda a sauna com entrada por uma cascata artificial

A ponte pênsil liga a área da pousada às trilhas da mata primitiva

Na cave localizada no subsolo do prédio principal, Gaspar Vianna reúne rótulos das principais regiões vinícolas do mundo

O restaurante, aberto também para o público externo, é o ponto alto da Fazenda das Videiras

Os pratos confeccionados com o Saint Pierre, peixe de água doce, com carne branca, baixo teor de gordura, sabor suave e alto valor proteico são outra especialidade do local

Um clássico da casa, a Salade Paul Gauguin traz folhas verdes e flores comestíveis colhidas na horta da pousada; para completar o prato: tomates, cenoura crua ralada e molho à base de iogurte natural

O Filet de Boeuf au Sauce Roquefort (filé mignon servido com batata röesti crocante em creme de queijo francês tipo roquefort) é outro grande sucesso do Menu À La Carte

A chef Erni Vianna, adepta do movimento slow food, imprime em seus pratos as bases e as técnicas da cozinha francesa.
Foto: divulgação



Hospedagem

Fazenda das Videiras

Uma década e meia de celebração ao que há de melhor na gastronomia da Serra

     Um lugar sob medida para aqueles que desejam hospedagem em uma propriedade essencialmente rural, porém sem as características de um típico hotel fazenda – em que, costumeiramente, a agitação dá o tom da estada – é o que se encontra na pousada de Erni e Gaspar Vianna, no Vale das Videiras. Somam-se a esse predicado, a simpatia do casal, que faz questão de receber pessoalmente os hóspedes; o número reduzido de acomodações, que primam pelo requinte sem afetação; a gastronomia premiada, capitaneada pela chef Erni; e uma consistente adega, gerenciada pelo sommelier Gaspar.
     Inaugurada há 15 anos, a única pousada enogastronômica da região reúne ainda outras qualidades primordiais para os que procuram, além dos prazeres da boa mesa, o sossego absoluto: menores de 16 anos não são aceitos e não existe por ali qualquer atrativo que possa incentivar eventos corporativos ou a procura por grandes grupos. Em resumo, tudo, mas tudo mesmo, na Fazenda das Videiras é um convite irrecusável à integração com a natureza, ao romance e à prática do dolce far niente. Com muito estilo, é claro.
     Assim como na cozinha do restaurante, a­ber­to ao público externo e por diversas vezes incluído entre os melhores da região serrana, em toda a pousada (que também costuma figurar entre as primeiras nas listas de preferência de especialistas) percebe-se uma forte in­fluência da França e, especialmente, de seus vinhedos. Os quatro apartamentos no corpo do prédio principal, uma bela construção em estilo colonial, foram batizados com nomes de uvas – Cabernet, Merlot, Gamay e Pinot; os cinco chalés instalados a poucos metros do rio encachoeirado de águas límpidas, de regiões vinícolas – Bordeaux, Bourgogne, Provence, Loire e Champagne.
     A decoração da pousada segue o mesmo tema e por toda a parte encontram-se elementos referentes ao universo dos vinhos. Mas como se trata de uma fazenda com mais de 20 hectares e 75% de área preservada, o risco que o hóspede corre de se deixar inebriar pela exuberância da natureza também é grande. Para quem tem disposição e vontade de sair de sua acomodação – algo bem difícil, especialmente quando se está em um dos chalés de luxo – boas surpresas estão reservadas.
     O parque aquático reúne piscina, cascata artificial, hidromassagem térmica e riacho próprio para banhos, com cascatas naturais. Uma recém-construída ponte pênsil liga a área das construções às trilhas (com diferentes graus de dificuldade) da mata primitiva, onde habitam variadas espécies animais e vegetais. Placas indicativas possibilitam as caminhadas autoguiadas, mas, com acordo prévio, pode-se também contar com condutores ou guias profissionais para as excursões.
     Mesmo aqueles que optam por ficar apenas nos jardins não perdem o espetáculo oferecido pela natureza. Entre orquídeas, bromélias e outros belos exemplares da flora local, passeiam li­vremente animais silvestres, além de carneiros e 11 pavões, que, habituados com a presença hu­mana, costumam se aproximar sem medo de hóspedes e visitantes.
     A pousada dispõe ainda de saunas seca e a vapor, fitness center, sala de jogos e um espaço especial para TV, com decoração que remete às grandes salas de cinema da década de 50, onde, além de uma sortida videoteca, encontram-se discos de vinil, fitas cassetes e CDs, e realizam-se sessões com direito a pipoca e refrigerante. Como parte do pacote cultural, uma variada coleção de livros de diferentes gêneros, com destaque para os de arte, arquitetura, deco­ração, paisagismo e, obviamente, aqueles de­di­cados à gastronomia e aos vinhos.
     As atrações não são poucas, mais a maior delas, sem dúvida, é a que se experimenta à mesa. A cozinha artesanal de Erni, que segue os preceitos do movimento slow food, é apresentada no cardápio em três versões. O Menu Degustação inclui cortesia do chef, entrada, principal e sobremesa; o Menu Especial da Estação, entrada, principal e sobremesa; o À La Carte exibe o Couvert à française (com todos os itens produzidos na casa) e sugestões variadas de entrada, principal e sobremesa.
     Nas noites de sábado, um encanto a mais idealizado e elaborado pela chef: O Menu Confiance Videiras, um festival gastronômico ao estilo francês, servido para duas pessoas e com reserva indispensável de pelo menos duas horas de antecedência. A sequência em oito cursos é apresentada em pequenas porções, que podem ser harmonizadas com quatro taças de vinhos franceses (espumante, branco, tinto e de sobremesa). As surpresas são trazidas à mesa com respeito às eventuais restrições alimentares dos comensais e por isso a necessidade da reserva prévia.
     A bossa especial da confecção do menu fica por conta da participação de Gaspar. Para cada item oferecido ali, ele formula textos explicativos quanto à harmonização dos pratos com os vinhos disponíveis na adega (outra atração imperdível!) e ainda indicações dos rótulos que melhor acompanham cada sugestão.
     Seja qual for a preferência ou a hora do dia, depois de experimentar o banquete e os vinhos escolhidos a dica é procurar um cantinho bem agradável – e esta pode ser a única tarefa difícil, pois não são poucos! – para curtir todo o sossego que a bela fazenda proporciona.

Fazenda das Videiras – Pousada Enogastronômica:
Estrada Araras - Vale das Videiras, 6.000 – Itaipava
(24) 2225.8090
www.videiras.com.br
atendimento@videiras.com.br


Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados