Contemplação e relax na piscina com vista para a Maria Comprida

Na sala da TV, equipada com uma providencial lareira, Ioana distribuiu peças e livros de arte


O café da manhã farto é uma das atrações da pousada

Móveis e objetos de decoração trazidos de diferentes partes do mundo são parte importante das memórias da anfitriã

As suítes são confortáveis e também receberam decoração caprichada

O chalé foi construído na antiga garagem da propriedade e conta com duas suítes independentes


Fotos: Henrique Magro

Hospedagem

Parador Villa Mimosa



     Com inspiração nos mais típicos bed & breakfast europeus, a pousada acaba de abrir suas portas em Itaipava, na Mangalarga, e é endereço certo para quem procura aquele tipo de estada que proporciona a sensação de uma temporada em casa de amigos. A Villa Mimosa foi inaugurada em abril, na residência de Ioana Bandeira de Mello, que fez questão de manter a atmosfera caseira para reafirmar o estilo de sua hospedaria.
     A casa tem seis suítes, quatro internas e duas localizadas em um chalé; mas apenas cinco estão disponíveis, já que uma delas é ocupada pela proprietária, que divide a administração do lugar com o filho Rodrigo Henrique Bandeira de Mello e a nora Roberta Milhorance Esquincalha. Para maior privacidade e comodidade dos hóspedes, todas as suítes têm, além do acesso pelas áreas comuns, portas independentes localizadas na área externa. Para que a tranquilidade e o sossego característicos da propriedade sejam garantidos, Ioana optou por não aceitar crianças na pousada. O estilo intimista e a atmosfera acolhedora estão presentes também na decoração – em que se destacam peças africanas e também obras de escultura, tapeçaria e pintura do artista pernambucano Francisco Brennand –, que não foi modificada em função da transformação da residência em estalagem.
     Entre os móveis e objetos que decoram os ambientes encontram-se muitas peças de família e também as garimpadas no exterior pela proprietária. Para acompanhar o marido diplomata, ela morou em diferentes países, como Itália, EUA e México; de volta ao Brasil, manteve um antiquário em Brasília. Atualmente, reúne essas memórias na casa da Mangalarga uma construção dos anos 60, que já passou por duas grandes reformas.
     Como é de se esperar em hospedarias com estas peculiaridades, ali não estão reunidas atrações variadas, mas a sauna e a piscina com vista para a grande pedra da Maria Comprida garantem momentos de lazer e contemplação para os hóspedes. Entre os planos de Ioana está a ampliação de um pequeno caramanchão para a instalação de redes e macas para massagens.
     Uma atração à parte é o café da manhã. A mesa posta na varanda é farta e inclui grande variedade de pães, frutas, sucos e bolos, além de frios diversos e itens poucos usuais como a canjiquinha doce e tapioca. A pedido dos hóspedes, além das tapiocas feitas na hora, ovos também são servidos. A churrasqueira da casa, na beira da piscina, onde até às 17h bebidas também são servidas, pode ser utilizada pelos hóspedes mediante combinação prévia.
     “Como o número de funcionários é bem enxuto, e eles têm horário definido de trabalho, não temos como oferecer determinados serviços ao longo de todo o dia, mas tudo pode ser combinado. A ideia é que tenhamos aqui um ambiente de total descontração e que as pessoas recebam realmente a hospitalidade da casa de amigos”, ressalta Ioana, como convém a uma boa anfitriã.

Parador Villa Mimosa:
Estrada Jerônimo Ferreira Alves, Rua 1/ 611
Mangalarga – Itaipava
(24) 2222-1268
www.facebook.com/parador.villamimosa
paradorvillamimosa@outlook.com


Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados