Foto: Henrique Magro




Saúde & bem-estar

Benditos frutos



     Alimentos com grande valor nutricional e, geralmente, altos índices de fibra, água e vitaminas essenciais ao nosso organismo e metabolismo, as frutas são responsáveis por preservar os tecidos celulares e contribuir consideravelmente para a ingestão regular e equilibrada desses componentes de que precisamos na alimentação diária. Não bastassem esses predicados, essas dádivas da natureza são ricas em sabor e, cada uma com suas características próprias, oferecem diferentes benefícios à saúde.
     Se consumidas nas épocas em que atingem sua plenitude, as vantagens são ainda maiores. “Principalmente no sabor, aroma e propriedades nutricionais, pois estarão no momento certo de consumo (maduras), contendo todos os nutrientes de que o nosso organismo necessita”, enfatiza o nutricionista Evaristo Coimbra, que, a pedido da Estações de Itaipava, listou uma série de frutas típicas de primavera com suas propriedades específicas (veja quadro), além de oferecer dicas úteis para o consumo desses poderosos alimentos.
     Ele atenta para as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da nova Roda dos Alimentos (representação gráfica criada em Portugal, em 1980, que ajuda a escolher e combinar alimentos para a ingestão diária), que recomendam o consumo de três a cinco porções de fruta por dia, de acordo com a necessidade de cada pessoa. “Importante também é consumir diferentes tipos, preferencialmente pela manhã, período em que o organismo está mais carente de nutrientes”, explica. Após o almoço e no lanche da tarde também devem ser ingeridas, em forma de sucos ou in natura.
     Normalmente, a indicação é que sejam consumidas em sua forma natural e, principalmente, sem adição de ingredientes artificiais, especialmente o açúcar refinado; contudo, pode haver critérios que estabeleçam seu processamento em sucos, de acordo com diferentes estados fisiológicos: “se o indivíduo não pode mastigar ou ingerir grande quantidade de fibras contidas na fruta, o ideal é que se elimine o excesso sólido”, diz o especialista. Mas a preferência deve ser sempre pelos naturais, feitos na hora: “àqueles ditos ‘naturais’, mas industrializados, são adicionados conservantes e antioxidantes que, além de modificar o sabor, não contribuem em nada para a saúde”, complementa.
     Formas adequadas de armazenamento também são importantes para que se possa tirar o maior proveito de seus atributos. As ricas em Vitamina C, particularmente, devem ser consumidas de imediato e não devem ser armazenadas, mesmo que em ambientes refrigerados. Entretanto, como existe uma grande diversidade de frutas e cada uma tem sua linha de vida depois da colheita, os procedimentos variam. De modo geral, devem ser higienizadas com água corrente e acondicionadas em refrigeração em torno de 4º C a 6º C (geladeira). Algumas devem ser colocadas em recipientes fechados, para a conservação do odor; outras, para o controle da umidade, que pode afetá-las. De acordo com o nutricionista,“cada fruta tem em suas características uma maneira correta de armazenamento; mas uma condição é necessária observar: uma vez aberta ou descascada, a preferência é que seja consumida imediatamente”.



Confira as propriedades de algumas frutas típicas da primavera e tire o máximo proveito de seus atributos:

Abacaxi – Por sua ação diurética, auxilia a digestão e na desintoxicação do organismo; excelente ação antioxidante e anti-inflamatória, melhorando a cicatrização; rico em fibras e micronutrientes como o manganês e as vitaminas C, B1 e B6; seu suco natural tem 2 vezes menos açúcar e 5 vezes menos sódio, além de mais nutrientes, quando comparado ao suco industrializado.

Acerola – Excelente ação antioxidante, evitando os efeitos dos radicais livres e postergando o envelhecimento; atua ainda no controle do excesso de oleosidade e da acne; um copo de suco com 5 unidades fornece a quantidade de vitamina C diária recomendada (de 30 a 60mg), como também vitamina A e potássio.

Bananas Nanica e Prata – Fornecem a “energia do bem”; equilibram as funções cerebrais e são ótimas para os ossos; ajudam a regular o funcionamento intestinal e para as mulheres são excelentes na diminuição do estresse e irritabilidade na TPM; melhoram o sono e atuam no relaxamento muscular; ricas em fibras alimentares, potássio, ferro, magnésio, triptofano, vitamina A e vitaminas do complexo B.

Caju – Fornece uma castanha deliciosa e oferece micronutrientes como as vitaminas A e C, fósforo, cálcio, ferro, zinco e magnésio em ótimas concentrações e ainda uma boa quantidade de fibras e gordura insaturada, que ajudam a diminuir o nível de colesterol no sangue e aumentar a movimentação intestinal.

Jabuticaba – Favorece o equilíbrio microbiano intestinal e é rica em antocianinas (saúde das artérias), ferro, vitamina B3, cálcio, fósforo, magnésio e potássio; a ingestão habitual de seus compostos bioativos é capaz de controlar os parâmetros relacionados à inflamação, perfil lipídico (colesterol), glicêmico (níveis de açúcar no sangue) e estresse celular; sua casca é fonte de antioxidantes e pode ser aproveitada em sucos ou doces.

Kiwi – Proporciona enzimas que melhoram a digestão, além de ter poder antioxidante, protegendo o coração, as células e o DNA; regula o intestino mantendo-o saudável, protege contra o câncer e aumento dos níveis de triglicerídeos; potente fornecedor de clorofila, fibras, potássio e vitaminas do tipo C, K, E e B9.

Melão – Poderoso hidratante, devido a quantidade de água que contém; possui grande quantidade de cálcio, magnésio, fósforo, vitaminas A e do complexo B; colabora no fortalecimento dos ossos e alivia a sensação de flacidez; eficiente contra a prisão de ventre e prevenção contra o câncer; grande amigo dos rins, ajuda a amenizar sintomas da menopausa, ansiedade e envelhecimento.

Evaristo Coimbra:
Atendimento em Itaipava (Shopping Vilarejo) com hora marcada:
(21) 99931.4229 | (24) 99962.9493
www.evaristocoimbra.com.br


Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados