Localizado na área externa do Shopping Estação de Itaipava, o bistrô, inaugurado em fevereiro de 2017, tem arquitetura rústica e ambiente descontraído
Foto: Henrique Magro


Um genuíno foodtruck, montado por encomenda e equipado sob medida para atender às necessidades do chef, abriga a cozinha do Chez Henri e confere um charme extra ao restaurante
Foto: Henrique Magro


A aparente rusticidade da casa, com cobertura de sapê e árvores centenárias em seu interior, não impediu a criação de um ambiente aconchegante e intimista como convém a um bistrô
Foto: divulgação

Dulce ma non troppo (Vodka premium, mix de grapefruit e maracujá, suco de cranberry e xarope de hibiscus): uma das criações de Beto, que, além de instrutor de coquetelaria do SENAC, realiza oficinas deste segmento da gastronomia no Chez Henri


Do bar saem também drinques tradicionais como o Alexander, além de, claro, cervejas belgas e nacionais


Entre as gaufres salgadas , a fantástica combinação de bacon e parmesão, com o recheio incorporado à massa


As versões doces – como a Gaufre Josephine (banana ouro caramelizada e chantilly), batizada em homenagem à cantora e dançarina Josephine Baker – são confeccionadas com massa diferente da produzida para os salgados


Já a Mathilde (compota de abacaxi, sorvete e chantilly) presta homenagem à rainha da Bélgica, casada com o rei Filipe e primeira consorte nascida no país


O couvert não precisa chegar à mesa como um antepasto; pode ser degustado a qualquer momento da refeição ou como um tira-gosto na happy hour, assim como todas as especialidades da casa


As Boulettes de Liège vêm escoltadas por batatas fritas artesanais crocantes e deliciosas, que também são oferecidas no bistrô em formato de “porção”


Fotos: Bianca Micheli

Ao sabor da estação

CHEZ HENRI

     Muito bem representada, a reconfortante gastronomia da Bélgica chega à Itaipava

     Uma receita que une ótima comida a três outros ingredientes não menos saborosos – ambiente descontraído, porém cheio de charme; serviço impecável e atencioso, sem qualquer resquício de afetação; e ótima conversa, com proprietários pra lá de simpáticos – é a fórmula que promete fazer do recém-inaugurado Chez Henri Bistro Belge um dos restaurantes mais agradáveis da região. E para quem pensava que a contribuição da Bélgica para a gastronomia mundial resumia-se apenas aos espetaculares chocolates e cervejas produzidos no país, o primeiro bistrô tipicamente belga de Itaipava funciona ainda como um guia prático para grandes descobertas.
     A começar pelo formato do cardápio, que não faz distinção entre os pratos; não há categorias que classifiquem um ou outro como “entradas”, “principais” ou “sobremesas”. “A ideia é incentivar o cliente a fazer sua refeição de acordo com o que tiver vontade naquele momento; sem engessamento e seguindo a tradição dos genuínos bistrôs”, afirma Anton Henri Berden. Para os pratos existem apenas duas sessões, Gaufres de Bruxelles e Especialidades Chez Henri, mas que dão conta de apresentar todo um novo universo gustativo a ser desbravado.
     Receitas centenárias fazem parte do repertório do chef belga Mourad Kerkar; entre elas, a Gaufre, uma espécie de waffle – com massa levíssima, em que entram apenas ingredientes de primeira linha, como farinha italiana e manteiga francesa – e que se diferencia do tipo americano (mais conhecido pelos brasileiros) por seus recheios e coberturas originais. Na versão salgada (cinco variedades), os ingredientes são misturados à massa; na doce (oito diferentes tipos), as combinações de coberturas são surpreendentes.
     Para que todas as características originais do prato, até mesmo seus formato e espessura, fossem mantidas, os sócios - Anton, responsável pela administração; Mourad, pela cozinha, e Roberto Aguiar de Medeiros (mais conhecido como Beto), único brasileiro do trio, pelo bar – não pouparam esforços e importaram o equipamento necessário, fabricado com exclusividade na Bélgica.
     Na categoria “especialidades”, encontram-se itens como a Porção de batata frita artesanal, algo aparentemente prosaico, mas que nas mãos do chef Mourad não tem nada de corriqueiro. A matéria-prima é selecionada e processada por ele mesmo e frita em óleo de algodão, bem mais leve e saudável. O resultado são batatas sequinhas, crocantes por fora e muito macias em seu interior. As batatas fritas (um ícone da culinária belga) estão também presentes, como acompanhamento, nos pratos mais substanciosos oferecidos na casa: Vol-au-vent (massa folhada com creme de frango e cogumelos), Boulettes de Liège (almôndegas ao molho secreto de Liège) e Carbonade flamande (carne cozida em cerveja Leffe Brune).
     Na mesma seção incluem-se ainda a Toast canibal (antepasto belga semelhante ao steak tartare), a Porção de croquetes holandeses (meia dúzia de bolinhas de carne com mostarda francesa), o Couvert Chez Henri (húmus, filfil, atum, mini baguete) e a Taça de sorvete (sorvete artesanal, coberto por chantilly e cereja confitada). Ainda que enxuto, o cardápio oferece diferentes possibilidades, que podem ser harmoniosamente combinadas em qualquer refeição ou simplesmente degustadas isoladamente, como petiscos para acompanhar as famosas cervejas belgas ou os drinques criados por Beto, na happy hour.
     Tudo sem pressa e sem rigidez de padrões no que concerne às experiências gastronômicas e de lazer que cada um pretende do lugar, que, simpaticamente, reserva uma área ao livre para fumantes e aceita cães no ambiente. Embora o conceito seja essencialmente apresentar a tradicional culinária belga, ainda pouco conhecida por aqui, algumas concessões são permitidas. Como uma deferência aos hábitos alimentares brasileiros, o bistrô serve também arroz como acompanhamento; para agradar especialmente às crianças e aos jovens está introduzindo o hambúrguer no cardápio.
     Mas certo mesmo é que depois de experimentar a genuína cozinha da Bélgica dá vontade de sair do bistrô cantarolando Ne me quitte pas, um sucesso estrondoso de Jacques Brel, cantor e compositor natural da região de Bruxelas e outra contribuição inestimável do país à cultura mundial.

Chez Henri Bistro Belge:
Estrada União e Indústria, 11.000/ Loja 105 B Shopping Estação de Itaipava – Itaipava
(24) 99324.0899
www.chezhenribistro.com.br
facebook/chezhenrifoodtruck



Voltar Próxima matéria


Estações de Itaipava © Todos os direitos reservados